Consórcio

O consórcio de automóveis: como foi o primeiro trimestre de 2020?

23 Nov 20
2 min
01

O consórcio de automóveis é uma modalidade de investimento que vem conquistando cada vez mais adeptos. Confira neste blog post tudo sobre como está esse setor.

Um meio seguro, sem taxas abusivas e com prestações acessíveis. O consórcio apresenta uma série de vantagens e, por isso, cada vez mais conquista novos adeptos. E os dados do consórcio de automóveis em 2020 comprovam isso.

 

Os números são animadores, mesmo em meio aos impactos da pandemia do novo coronavírus. Aliás, essa onda de crescimento vem desde o ano passado. Em 2019, o setor encerrou o ano com 2,87 milhões de cotas vendidas, 10,4% a mais que em 2018.

É importante destacar que o consórcio é, historicamente, uma boa alternativa de investimento, já que não apresenta risco de perdas financeiras. Além disso, o patrimônio acumulado é corrigido até o momento em que o participante recebe a carta de crédito.

Ainda, por não cobrar juros, é uma modalidade acessível. Sem falar que os pagamentos das prestações ajudam a disciplinar o consorciado a poupar todos os meses.

Ficou interessado em saber como foram os dados do primeiro trimestre deste ano? Então, confira nosso blog post e saiba mais!

Resultados do primeiro trimestre do consórcio de automóveis em 2020

Os meses de janeiro e fevereiro iniciaram com boas expectativas, mostrando que 2020 seria um excelente ano para a venda de consórcios. As adesões, segundo a  Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), somaram 284,45 mil em Janeiro e 245,66 mil e Fevereiro deste ano.

Além disso, o sistema de consórcio, assim como muitas outras atividades econômicas, sentiu os primeiros efeitos do impacto da pandemia do novo coronavírus a partir da segunda quinzena de março. Naquele mês, as adesões baixaram para 187,1 mil.

Apesar disso, o setor conseguiu fechar o trimestre com um aumento de 9,7% na venda de novas cotas. Foram 717,2 mil adesões no 1º trimestre de 2020 ante 653,5 mil no mesmo período de 2019.

No caso específico do consórcio de automóveis em 2020, a maior alta percebida no segmento foi o de créditos disponibilizados. Foram R$ 6,74 bilhões ofertados e 158,82 mil contemplados – incremento de 15,6%. Em março, o número de participantes chegou a 3,72 milhões de participantes ativos, ou seja houve uma alta de 1,6%.

Algumas regras foram temporariamente alteradas

Com a crise econômica causada pela pandemia do coronavírus, o Banco Central (BC) alterou em abril uma série de regras para o funcionamento de consórcios.

Uma delas se refere ao prazo para a constituição do grupo, que passou de 90 para 180 dias. A regra vale até o dia 30 de novembro, sendo que no primeiro dia de dezembro volta a valer a de 90 dias.

Outra mudança foi a permissão do pagamento do crédito em espécie, ou em conta, ao consorciado contemplado até 31 de dezembro de 2020.  Isso, caso não consiga ou opte por não adquirir o bem, seja pela dificuldade de sua compra ou necessidade urgente de recursos financeiros.

No entanto, o pagamento continua condicionado à quitação de todas as obrigações para com o grupo e também com a administradora.

O BC também permitiu que na formação de grupos em que os créditos sejam de valores diferenciados, aquele de menor valor não poderá ser inferior a 30% do crédito de maior valor. Antes, esse percentual era de 50%.

Agora que você conhece como está o cenário para o consórcio de automóveis em 2020, que tal começar a fazer parte dele também? Faça uma simulação em nosso site e veja como é fácil!



Por MIT Consórcio
Somos o Consórcio para você conquistar o seu Mitsubishi com o melhor negócio.

FIQUE POR DENTRO DE NOSSAS NOVIDADES